31 de mar de 2013


Hoje a cabeça perguntou ao coração, 
porque o que o encanta sempre está tão fora de alcance... 
 VONTADE reprimida! De falar, mais do que fazer! 
SAUDADE do que não foi, do que poderia ser... SENSAÇÃO de que (não) vai acontecer... 
 (Tem que acontecer... e se não acontecer?? 
Não por falta de vontade (minha), mas por distância ou ação do tempo, que apaga as vontades...)
 E é só isso! Não existe mais do que isso! 
 As minhas vontades, que podem não passar de uma empolgação passageira... 
misturada com uma PUTA admiração... 
Admirar alguém é fatal pra mim, admiro poucas e as que admiro quero por perto...
 E ao mesmo tempo que está dentro da minha cabeça todo o tempo, 
 está mais longe do que qualquer outra coisa ou pessoa... e eu trocaria milhares por um... 
 E é só isso...Encantou e ficou! 
 Mas continua longe...fora de alcance! 

 (Que seja então, inspiração...)

 _Karla Tabalipa_

2 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Às vezes o fora do alcance
se encontra mais perto
do que imaginamos.

Malu Silva disse...

Porque o que encanta é mágica e mágica só se pode sentir, jamais pegar... Lindo este teu texto tão poético!
Abraços